quinta-feira, julho 01, 2004

Recorde também tem Chavão

Do visitante chavão Lucas nos vem esta notícia, que pode, quem sabe, vir a chamar a atenção do mundo para a música Cristã.

"Maratona de Canto Contínuo - 36 horas
Cerca de 100 músicos participam da Maratona de Canto Contínuo da Ulbra na busca da quebra do recorde na modalidade junto ao Guinness World Records (GWR), que registra recordes em todo o mundo (www.guinnesworldrecords.com). A intenção é de que o canto se prolongue por 36 horas, com o revezamento dos participantes, a partir das 7h do sábado (3 de julho) até as 19h do dia seguinte, dentro da Capela da Ulbra Canoas. O evento será transmitido, ao vivo, em vídeo, no Site Oficial da Ulbra (www.ulbra.br). É realizado, também, em homenagem aos cem anos da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (Ielb).

Os cantores, grupos e corais convidados são da própria universidade, do Seminário Concórdia, de São Leopoldo, e da Igreja Evangélica Luterana do Brasil. O repertório do canto contínuo é composto de música cristã.

A Guinness World Records solicita a presença de testemunhas que devem prestar atenção às regras, a gravação em vídeo da apresentação, fotografias e um diário assinado por visitantes como comprovantes. O último recorde é de 29h3min de canto, estabelecido em junho de 2002, em Essex, no Reino Unido."

Mais, no link ao lado, em "Lucas".
Então tá.
Mas, é claro, para não deixar passar a oportunidade, já vamos antecipando o que o Lucas e sua equipe provavelmente (não) vão cansar de falar neste fim-de-semana:


Frases-chavão de quem vai bater/bateu um recorde mundial:
1.Esperamos atingir o objetivo...
2.É um grande momento para todos nós...
3.Se Deus quiser, vamos conseguir quebrar o recorde mundial de (música/canto/pedrinhas na água/latinhas de refrigerante, voltas em torno do umbigo....)
4.O mais importante é a celebração e a participação de todos.
5.Uma ótima oportunidade de testemunho.
6.O mais importante foi que a Palavra foi anunciada em todos os cantos do mundo.
7.Se não der, não ter problema, pelo menos tentamos.
Postar um comentário