segunda-feira, julho 11, 2005

Sarcasmo chavão para uma situação idêntica

A IURD continua como uma das campeãs brasileiras de um péssimo chavão: -arrastar na lama- o nosso bom nome de cristãos. Hoje, foram acrescentados mais dados ao seu portfólio:

"PF flagra deputado do PFL tentando embarcar com sete malas de dinheiro
O deputado João Batista (PFL-SP) foi instado a prestar depoimento à Polícia Federal no aeroporto de Brasília sobre as sete malas cheias de dinheiro que tentava embarcar no hangar da TAM. Os recursos ainda não foram contabilizados e a origem do dinheiro é desconhecida até o momento.
Divulgação/Agência de Notícias da PF Pilha de dinheiro achado pela PF em Brasília
Segundo a Polícia Federal, ainda não está configurado crime, mas o deputado precisa comprovar a origem do dinheiro. Se confirmada a irregularidade, ele será levado à Superintendência da PF em Brasília.De acordo com informações preliminares da PF, o deputado teria dito que os recursos eram da Igreja Universal. Junto com João Batista, que é bispo, mais seis pessoas (...) A PF informou que o deputado embarcaria para Goiânia em um jato particular da Igreja Universal. A polícia soube das malas através de uma denúncia anônima. Acompanhavam o bispo, além do piloto e co-piloto, dois pastores e duas mulheres."
A notícia completa, aqui.

1. É que a IURD tem um grande trabalho de mala direta.
2. As ofertas não são para Deus? Eles estavam indo entregar pessoalmente. (entendeu?...avião?...céu?...)
3. Vai ver que a denúncia anônima partiu do R.R. Soares (veja esta matéria)
4. Se João Batista veio com 7 malas, imagine como virá o Messias.
5. Situação difícil, hein? Se a origem do dinheiro é duvidosa, o destino nem se fala.
6. Escândalo, não, coerência. Eles precisam demonstrar o sucesso fincanceiro que pregam.
7. É o novo concorrente do Show da fé. Chama-se Show do Milhão
Postar um comentário