quarta-feira, maio 11, 2005

Até que o chavão os separe.

Durou a eternidade de 3 meses e acabou. Nesta quarta feira, com manchetes chavão do calibre de -Ronaldo e Cicarelli anunciam o fim do "casamento"- (UOL), a imprensa noticiou que o casal mais badalado de fevereiro virava o mais novo divorciado de maio.


Os motivos, já sabemos, são chavão:
-Ciúme
-Agenda lotada
-Muitos compromissos profisisonais
-Saidas sozinhos
E por aí vai.

O que nós, do ofício, já podemos profetizar e antecipar, são os chavões nas listas de discussão, igrejas e encontros cristãos país afora nas próximas horas.
1. A sociedade cada vez valoriza menos o casamento.
2. Esses famosos trocam de casal com quem troca de roupa.
3. Casamento não pode ter só paixão, tem que ter amor.
4. O que Deus ajuntou o homem não devia separar.
5. Será que isso agrada a Deus?

Reserva: Confissões chavão que gostaríamos de ver
1. Nós fomos muito imaturos.
2. Faltou nos conhecermos melhor.
3. Ficamos cegados pela paixão e, quando caímos na real, não deu pra segurar.
4. Se fõssemos tão católicos quanto a questão que fizemos de (tentar) casar na Igreja, acho que duraria um pouco mais.
5. Minha vida tem muita badalação e assédio, não dá pra viver preso a um(a) só.
Postar um comentário