sábado, setembro 24, 2005

Agora não adianta rezar

O árbitro Edílson Pereira de Carvalho -está no centro de um escândalo- que -pode estar abalando- o Campeonato Brasileiro 2005. Sempre preocupado em trazer -o que de mais importante acontece- no mundo do Ofício, trazemos o trecho da matéria de Veja, sempre grande na arte dos trocadilhos e chavões, com a parte que nos toca:

"Religioso, Edilson costuma -cumprir um ritual- antes do início de cada jogo que apita: levanta seus cartões amarelos e vermelhos – personalizados com a inscrição "-Deus é Fiel-" – e reza no centro do gramado. -Agora, não adianta rezar-: ele deverá ser indiciado pelos crimes contra a economia popular, de estelionato e formação de quadrilha. "

A matéria completa, aqui.
Postar um comentário